Sem Querer

Publicado: junho 25, 2010 em Letra

Sem Querer

(Ricardo Deckmann)

Hoje quando acordei

Algo estranho aconteceu

Parecia que era chuva

Parecia que não era eu

Ela dizia não esquente

Até agora ninguém morreu

Ela dizia não esqueça

Eu acho que não fui eu

Parece ousadia

Ou sei lá o que então

Parece outro mundo

Que conheci

Mas foi em vão

Se nada disso faz sentido

O que faz sentido então?

Se nada disso foi escrito

Como saber se foi assim ou não?

Foi sem querer

Eu não sabia

Que sorrir

Não lhe faz bem

Não percebi

O que fazia

Todo dia

Ao amanhecer

Foi sem querer

Me desculpe

Um abraço

Lhe faz mal

Por que uma vida tão vazia?

Por que um jeito tão banal?

Anúncios
comentários
  1. Alexandre disse:

    Muito boas as letras!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s